• Valeria Romanzini Cenci

Um jogo de TCC

Antes mesmo do jogo começar, alguns preparativos são necessários. No TCC, assim como no esporte, existem regras claras a serem seguidas, mas isso não significa que sejam assim tão compreensivas - essa tal de ABNT, por exemplo, está mais para uma partida de futebol americano. Meu propósito era produzir um livro-reportagem para contar a história do esporte da cidade onde eu nasci, Constantina no Rio Grande do Sul. Foram noites e noites de debate com meu companheiro de jogo, Ícaro, até conseguir ajustar a ideia e poder enfim coloca-lá em campo. No primeiro lance foi necessário convencer a professora Ana Bourscheid sobre a escolha o tema. Para me treinar, um professor bastante experiente, Hugo. A jogada ensaiada funcionou e o primeiro gol foi marcado, a Ana aprovou e lá fui eu.


Para dar continuidade ao jogo foram muitas leituras, pesquisas, noites baseadas em muito café e chimarrão, mapeamento de fontes e momentos de surto. A partida que começou animada foi mudando o tom e tive que retrancar para não sofrer gols. A pressão foi aumentando e aumentando. Fui driblada pelas fontes, pelas referências bibliográficas, e por vezes fui posta na roda e tive dificuldade de recuperar a bola. Mas como em todo jogo, uma torcida em apoio e um treinador orientando, o cenário pode mudar. Com isso ao meu lado, pude recuperar o domínio da partida.


Para contar essa história foi necessário convocar uma seleção de craques, personagens que por si só são história pura. Tia Glória, seu filho Kuki, Aluízio, Jeferson Samuel, a dupla Caçula e Bruno Serafini, Celso Silva e Jango. Em meio à produção foi necessário compreender que sem recursos de registros - os quais foram destruídos em um incêndio com causas desconhecidas - as lembranças poderiam driblar nossos artilheiros. A sorte que o bom humor e a emoção marcou um gol de placa e nossa seleção saiu campeã ao contar esta história - é o que esperamos para a banca final!


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

TCC: uma relação de amor e ódio

Foram três anos de uma caminhada esperando o dia em que eu teria que definir o tema do meu trabalho de conclusão de curso. Durante esse percurso muitas ideias haviam passado pela minha cabeça, diversa

O TCC sou eu, e eu sou ele

É o grito que sempre quis dar, é a mensagem que sempre quis passar, é a luta que sempre vou lutar. Meu Trabalho de Conclusão de Curso foi uma desconstrução, construção e renovação. Posso dizer que ent

Entre a falta de fotos e o excesso de fatos

O meu TCC foi sobre o futebol amador em minha região. Mais precisamente sobre uma competição amadora que veio a se encerrar em 2017, a Taça Belos Montes de Futebol de Campo. A situação em que o futebo